+244 922 920 224 cleevernews@gmail.com
Terça-feira, Janeiro 31, 2023
Rap

Charles Bois Poaty diz que devia ser gratificado por ter criado negócio de Candongueiro

 

Por: Arieth Silva

 

O conhecido mestre em ciência ocultas, Charles Bois Poaty, disse que merece ser reconhecido por ser o pioneiro do serviço de táxis em Angola, após a Independência Nacional. Durante a sua participação no programa “ShowBiz Talk” da PLATINA FM (96.8), Charles contou que no seu percurso fez de tudo para que o seu projecto de criar a actividade laboral de táxis não fosse abolido em Luanda.

 

Numa conversa mantida com o locutor Hélio Cristóvão, o curandeiro foi mais longe ao dizer que se o povo angolano fosse como Senegalês, Gabonês, Maliano ou Congolês, sempre que estivesse a circular pelas ruas, ser-lhe-ia ofertado uma nota avaliada em 100 kwanzas, por se ter sacrificado pelos serviços de táxis e ter gerado emprego.

 

“Eu sou o Nelson Mandela dos táxis. Um grande colaborador e um grande aliado do governo angolano, porque foi graças a mim que hoje grande parte da população angolana não anda a pé. E fiquei preso na esquadra número um até nove, só para defender que o meu projecto de criar táxi em Luanda não pode ser diluído”, disse.

Leave a Response